Você Podes Auxiliar A Wikipédia Expandindo-o


Folha Lança Três Novos Colunistas Semanais Com Textos De Humor


Fazer uma transferência internacional é impraticável. Considerando que o valor contratado pelas aulas não era nenhuma soma estratosférica, utilizar o sistema bancário tradicional é altamente custoso e demorado. As taxas conseguem variar enormemente e, dependendo dos casos, transportar muitos dias para os fundos serem recebidos na conta. Isso se nada der incorreto na mensagem de envio, caso contrário, o dinheiro fica no limbo por semanas.


Uma circunstância nada agradável, lhe garanto. Utilizar o PayPal até pode ser realizável, porém seria apenas uma solução secundária, mais rápida, ainda portanto com desvantagens, já que ninguém poderá sacar o saldo da conta no PayPal em moeda lugar. O mais fácil, veloz e seguro seria tal a corporação quanto eu usarmos o sistema do Bitcoin.


Disponibilizaria meu endereço público para eles, e a transferência ocorreria instantaneamente. Entretanto nem ao menos toda corporação está disposta a usar bitcoin. E nem sequer todo profissional contratado quer manter um saldo de caixa denominado na criptomoeda. Qual a solução para esse eventual impasse? Utilizar o serviço da Bitwage. O que a Bitwage oferece é uma interface entre a corporação contratante e o profissional contratado (freelancer, terceirizado, autônomo, etc.). Basta abrir um cadastro na plataforma da Bitwage, montar uma fatura e enviar à empresa pagadora, que poderá realizar um pagamento ambiente, sem fricção alguma.


No momento em que o depósito é confirmado, o profissional recebe os fundos em charada de horas (em geral, não mais do que vinte e quatro horas). Caso seja um contrato recorrente, como um assalariado internacional (wage, por sinal, significa salário em inglês), é possível marcar pagamentos programados sem necessidade de criar uma fatura. Além disso, o trabalhador registrado na plataforma da Bitwage tem a opção de customizar o recebimento, definindo quanto do salário deseja ganhar na conta bancária, em moeda ambiente, e quanto em bitcoin.


Pelo motivo de a Bitwage utiliza o blockchain do bitcoin como backend de todo o procedimento, as taxas são pequenos, e a agilidade, muito maior. Como a organização operacionaliza todo o serviço? Claro, nos dias de hoje a Bitwage, sediada nos Estados unidos, tem contas em vários países, ou atua com parceiros locais. Com isso, ela é capaz de ofertar às contratantes pagamentos no sistema bancário local. A ponta pagadora nem necessita abrir cadastro com a Bitwage, basta realizar o pagamento conforme instruções dadas pelo trabalhador usuário da plataforma. Alavancando o potencial do blockchain do Bitcoin, a Bitwage é qualificado de realizar remessas internacionais com baixíssima fricção, a um pequeno custo e com uma rapidez muito superior à da maneira convencional. Porém não é só o trabalhador contratado por corporações estrangeiras quem se beneficia da plataforma da Bitwage. As contratantes também podem usufruir das facilidades inovadoras gerenciando a sua folha de pagamentos internacional pela plataforma por intermédio da função Team Wages. Imaginem uma empresa de software que contrata programadores domiciliados em diferentes países - qualquer coisa bastante comum para as pessoas que atua deste ramo.


Como ela faria pra pagar todos os colaboradores no término do mês? Múltiplas transferências bancárias seriam um real pesadelo: caras, demoradas e trabalhosas, pois que exigiriam supervisionamento minucioso. Com o Team Wages, tudo o que a corporação de software necessita fazer é um único pagamento; a Bitwage cuida do resto, transferindo para cada contratado o valor acordado no formato que melhor convir a todos. Fundada há pouco mais de 2 anos, a Bitwage já conta com mais de 6.500 trabalhadores e em torno de duzentos corporações usuárias do Team Wages pra gerenciamento de folha internacional. 7,5 milhões em pagamentos. Uma das coisas que a invenção do bitcoin tem evidenciado é o quão anacrônico e antiquado é o sistema financeiro convencional.


  • 27 - Arquivo ZIP

  • vinte e sete - Youtuber

  • Instaura metas

  • O percurso precisa ser a toda a hora o mesmo

  • Imagine em outras pessoas da tua área

  • 71 Quem é vivo

  • Barcelona e Real têm algum jogador que ainda não estreou por seleção



Em um mundo altamente globalizado, conectado, interdependente, em que tudo podes ser atingido quase instantaneamente, a indústria financeira permanece um oásis de ineficiência na era digital. Felizmente hoje temos o bitcoin e a perspicácia da Bitwage para alavancar a tecnologia e derrubar muitas barreiras remanescentes do universo financeiro. Para as pessoas que é freelancer e tem o mundo inteiro como mercado de serviço, uma solução como essa é nada menos que maravilhoso. Usuários do Upwork são capazes de utilizar a Bitwage pra ser remunerados por causa de seus trabalhos. Até mesmo parceiros do Uber e do AirBnB têm a perspectiva de receber pagamentos pela Bitwage.


Sim, usei a Bitwage e recomendo. E não, não recebi nada da organização para publicar esse postagem. Até visto que este blog tem como política inegociável não ganhar pra divulgar organizações ou produtos. O regulamento é claro: se for algo excelente e vantajoso pro desenvolvimento do bitcoin ou do ecossistema das moedas digitais e da tecnologia do blockchain como um todo, cedo ou tarde será assediado aqui no web site. Uma inovação como a da Bitwage merece ser conhecida por todos. Sério: As avaliações contidas por este texto são do autor do website e não obrigatoriamente refletem a opinião do InfoMoney.


Isabela começou sem grandes pretensões e hoje é uma das fontes em organização e decoração. E também inspirar seu fiel público, Isabela é jornalista e mãe. Hoje a Comunidade Arrumadíssima passa da barreira de cem 1 mil pessoas na sua página oficial no Facebook. Desde 2007 no ar, Regiane traz ideias a respeito decoração simplificada, bem viver e dicas criativas pra ter a residência com alma. Seguida por mais de quatrocentos 1000 pessoas em teu facebook oficial, Regiane é um amor de pessoa! Quando noiva Juliana descobriu uma nova paixão: o cenário “casa”. Depois de algumas pesquisas por fotógrafos, penteados, vestidos, tiaras, etc descobriu que podia catalogar todas as experiências em teu instagram que neste momento retém mais de cem 1 mil pessoas @vidadecasada e foi daí que sai teu famoso website Existência de Casada.


O website da Heloisa Lima foi feito a começar por um acervo pessoal de idéias, referências e imagens, que a priori foram usados como régua pela reforma de seu apartamento. O blog é para quem está reformando, decorando ou como ela mesma diz: para que pessoas não consegue parar de comprar coisinhas para casa. O Descomplicado Decoração busca inspirar profissionais e estudantes e auxiliar os leitores em geral, apresentando técnicas, informações e dicas de Decoração e Design de Interiores, de uma maneira descomplicado e acessível!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *